Em um mundo tão conturbado e imprevisível, está cada vez mais difícil fazer qualquer tipo de planejamento. Mas não tem jeito. Faltando poucos dias para o ano acabar, é quase inevitável começarmos a imaginar como será o nosso 2017 e fazer aquela famosa lista de planos.

A atitude habitual é elencar as metas e já quer mudar todo seu comportamento imediatamente para conseguir alcançá-las. Emagrecer, trocar de emprego, criar uma nova estratégia para empresa ou qualquer outra coisa do gênero: toda mudança começa logo no dia 1º de janeiro.

Existe um lado bom nisso tudo. Afinal, se não acreditássemos que a virada do ano pode simbolizar uma virada também em nossas vidas, suportar os problemas e as frustrações seria ainda mais difícil do que já é.

Porém, é muito fácil se decepcionar quando apostamos todas as fichas numa mudança brusca e repentina. Dificilmente elas funcionam. O mais comum é que os velhos hábitos falem mais alto.

Você pode até começar bem. Mas, de repente, a rotina volta com força, atropela seus planos e coloca outras prioridades no seu dia-a-dia. E o resultado é bem conhecido: você não consegue concretizar aquilo que planejou e, assim, os mesmos itens permanecem na lista de desejos ano após ano.

Por isso, especialmente em um ano imprevisível, convém dar um passo de cada vez. E a melhor maneira de fazer isso é planejar seu ano de trás para frente.

Responda uma pergunta: como você se vê em 31/12/2017? Qual é a sensação que você quer sentir ao olhar para o ano que terá passado?O que você quer ter conquistado? A partir dessa resposta, planeje o seu mês de dezembro, depois o de novembro, outubro e regressivamente.

Imagine que você quer correr a São Silvestre em dezembro. Então, até outubro você precisa correr de 10 a 12 km sem sentir cansado. Em julho, por exemplo, você precisa participar de uma prova de 5km. E em janeiro deve começar a treinar, é claro – mas sem achar que vai sair correndo logo de cara.

A partir desse ponto no futuro, programe seu tempo de maneira a percorrer todos os passos que vão te levar até lá. Um de cada vez, sem pular degraus e nem achar que a vida muda da noite para o dia.

Mas lembre-se sempre que se você fizer tudo que sempre fez, conseguirá atingir os resultados que sempre atingiu. Então, se quer um resultado diferente, é preciso agir diferente. E não deixe as coisas que você não pode controlar atrapalharem aquelas coisas que você pode controlar.

Feliz 2017!

Autor Américo José

É sócio-diretor da Cherto Atco, formado em Propaganda e Marketing. Atua há mais de 20 anos como consultor de empresas, desenvolve e ministra programas de treinamento. Colaborador das revistas Abcfarma, Novo Meio e Meu Próprio Negócio.

Mais posts de Américo José

Join the discussion Um comentário

Deixe um comentário