Na edição passada, deixei um questionamento para vocês: Para que serve o freio do carro?

Sempre que faço essa pergunta para as pessoas, em geral, o que ouço como resposta é: “para frear o carro”; “para parar o carro”. Essas são respostas óbvias, e que, em um primeiro momento parecem ser a mais correta.

Mas a verdade é que o freio do carro serve para que possamos acelerar mais! Isso mesmo! É ele que nos dá a segurança de que, se algo acontecer, poderemos parar o carro. Se não existisse o freio, certamente não aceleraríamos o veículo, e consequentemente, não sairíamos do lugar.

Agora, vamos estabelecer um paralelo entre o carro e a empresa: quando pensamos em acelerar, logo nos remetemos ao crescimento da empresa, e o que impulsiona esse crescimento são as vendas, os resultados.

Porém, para que possamos acelerar, e vender cada vez mais, precisamos ter a retaguarda, nos apoiando e dando a segurança necessária, se for preciso, até frear. Essas áreas, ou departamentos, tais como crédito, assistência técnica, administrativo, etc., nos ajudam a manter a velocidade constante. Nos dão a segurança que precisamos para acelerar cada vez mais. Quando digo segurança, quero dizer que, embora para alguns, esses departamentos sejam restritivos, são eles que garantem que essa aceleração não termine numa perda total.

Muitas vezes, são os freios que nos mantém vivos e seguros, para que possamos acelerar e sair do lugar.

Imagine você, vendedor, vendendo seu produto, indiscriminadamente, para qualquer um, por qualquer valor. Será que a sua empresa sobreviveria? Por quanto tempo?

Precisamos quebrar nossos paradigmas, e deixar de enxergar só o óbvio. Freio não é só pra frear! Freio também nos ajuda a acelerar.

Não podemos mais, a partir de agora, tratar como restritivo, quem na verdade, nos sustenta para vender mais! É isso que garante a nossa empregabilidade!

O gerente, o departamento de crédito, ou afins, nos dão o suporte e o direcionamento correto para que possamos ir cada vez mais longe! E qual o nosso papel? Confiar e seguir. Vender! Acelerar! Mas sempre lembrando que, se precisar, podemos desacelerar, que temos freio para isso!

No nosso dia a dia, o que precisamos é ter clareza das ações que nos impulsionam, isto é, que aceleram as nossas vendas, bem como, ter clareza também, do que nos freiam, para que o impacto não seja negativo.

Quando estamos prestes a fazer uma venda, fechar aquele contrato tão sonhado, e vem o departamento de crédito, negando a transação para aquele cliente, isso significa que o freio foi acionado, porque a batida poderia ser grave demais. Em outras palavras, o que parecia ser um super negócio, na verdade era um grande prejuízo, e assim evitamos uma perda maior para todos: empresa, funcionários e o próprio cliente.

Fique atento: lembre-se que é importante acelerar, mas tendo consciência de que podemos frear quando necessário!

Boas vendas!

 

Américo José da Silva Filho

Sócio diretor da Cherto Atco Educação Corporativa

E-mail: americo.jose@cherto.com.br

 

Autor Américo José

É sócio-diretor da Cherto Atco, formado em Propaganda e Marketing. Atua há mais de 20 anos como consultor de empresas, desenvolve e ministra programas de treinamento. Colaborador das revistas Abcfarma, Novo Meio e Meu Próprio Negócio.

Mais posts de Américo José

Deixe um comentário