Tão importante quanto qualquer outro componente do veículo o para-brisa é uma parte que protege o condutor da chuva, insetos, força do vento, etc. Ele, geralmente, é comporto por duas lâminas de vidro que são unidas por uma camada de PVB que “gruda” uma lâmina na outra, e em caso de quebra, não permite o estilhaçamento do vidro.

Nos idos da década de 40, os para-brisas usados nos veículos caíam para a frente no momento do impacto: eram utilizados os de vidro temperado, que no momento do impacto eram de alta periculosidade para o condutor e passageiros, já que emitiam partículas de vidro como que em uma explosão. O avanço técnico levou ao moderno para-brisa de vidro laminado, dando maior garantia de segurança, pois no momento do impacto o vidro estala sem deixar desprender partículas perigosas para os ocupantes do veículo.

Outro fator importante sobre o para-brisa, além da qualidade do vidro, é sobre a sua transparência. O quão transparente, ou seja, limpo, ele está. Aí, entra em cena um outro componente de suma importância: o limpador de para-brisa.

Quando aliamos um bom para-brisa a um bom limpador, temos clareza e segurança. Não há dificuldades em se enxergar o que tem no exterior. Porém, quando o para-brisa está sujo ou até mesmo embaçado, nos causa uma espécie de “miopia temporária”, porém nos trazendo um risco que pode ser fatal.

E na correria do dia a dia, não paramos para limpar o para-brisa e nem nos atentamos para a qualidade do limpador (ou dos produtos que utilizamos para limpá-lo). Só lembramos disso quando, de fato, precisamos. Um exemplo disso é quando temos o cliente e uma solução à nossa frente, porém nos contentamos em olhar pelas janelas laterais, pois nosso para-brisa está sujo, embaçado.

Em vendas, não é diferente! A correria do nosso dia a dia, a pressão para atingir as metas, os prazos, etc.,  dificultam a nossa visão. Precisamos, de quando em quando, olhar para o mercado, para os clientes, para os produtos, estoque, identificar as melhores formas de se chegar ao resultado, evitando assim, a nossa “miopia temporária”.

Outro ponto importante é nos cercar de pessoas que nos inspirem positivamente, afinal, o “não” já possuímos, não é mesmo?! Basta ficarmos sentados, sem agir! Essas pessoas inspiradoras são nossos limpadores, que nos ajudam a manter a transparência nas nossas relações, na execução do nosso ofício. Pessoas que “choram” embaçam o nosso para-brisa, deixam a nossa visão turva, nos impedem de nos conectar com nossos retrovisores (principalmente os externos). Lembrem-se que os retrovisores são essenciais para que possamos olhar para o futuro partindo da nossa experiência de passado!

Portanto amigos leitores mantenham seus para-brisas sempre limpos! Lembrem-se que a transparência é o primeiro item de segurança e confiabilidade para uma viagem segura. Que as ferramentas que utilizamos em nosso dia a dia também precisam ser de boa qualidade, a fim de não nos causar “cegueira”.

Não adianta inovar, se não soubermos utilizar de maneira correta as ferramentas e, principalmente, se essas ferramentas não estiverem, também, em boas condições.

Sigamos avante, pois é pra frente que se anda!

Artigo de Américo José da Silva Filho para o Novo Meio

Autor Américo José

É sócio-diretor da Cherto Atco, formado em Propaganda e Marketing. Atua há mais de 20 anos como consultor de empresas, desenvolve e ministra programas de treinamento. Colaborador das revistas Abcfarma, Novo Meio e Meu Próprio Negócio. Colunista da Folha de S.Paulo

Mais posts de Américo José

Deixe um comentário