A cena é bem comum: o chefe convoca uma reunião, prometendo anunciar novas metas e planos para a empresa. Todos ficam ansiosos, cheios de expectativa. Mas quando o encontro acontece, o que se escuta é o mesmo discurso de sempre, o que só causa frustração e desânimo.

Muita gente nem sequer percebe, mas passa anos repetindo a mesma fórmula. Mesmo que o discurso ganhe novas palavras, jargões da moda e até alguns termos em inglês, o que se vê ali não deixa de ser a mesmíssima ideia de antes, agora desgastada pelo tempo.

Esse é o grande perigo que se corre ao não renovar nem seus conhecimentos nem suas companhias.

Ao conviver no mesmo meio, com pessoas parecidas, sem nunca sair dessa bolha para aprender coisas novas, você chegará a um dos seguintes resultados: vai reciclar conceitos do passado ou imitar quem está ao seu lado.

Nenhuma das duas alternativas é boa para sua carreira. Ninguém quer ter por perto alguém que não tem nada de novo a dizer. E uma pessoa que pensa exatamente como os outros também não se destaca nem contribui, podendo ser facilmente substituída.

Para fazer algo diferente, é preciso olhar o mercado de forma diferente, ter uma postura diferente e aprender todos os dias.

Alguns líderes realmente não sabem o que fazer. Só ficam girando em círculos. Eles não buscam novos conhecimentos, não trazem propostas claras, defendem o seu departamento e ficam apenas se justificando, quando na verdade deveriam reconhecer que precisam aprender coisas novas.Passamos muito tempo discutindo coisas que não vão levar a nenhum resultado. Isso porque, normalmente, discutimos com as mesmas pessoas, sobre os mesmos temas, com os mesmos argumentos.

Temos que ter coragem para mudar, reconhecer que precisamos percorrer outros caminhos, encarar novos desafios, sofrer quando não atingirmos os resultados e assumir a responsabilidade por aquilo que não foi feito, seja por falta de esforço ou de conhecimento.

E nem venha me dizer que não há motivação para ir atrás do aprendizado e da mudança. O primeiro impulso vem da consciência. A motivação, aquele gás que te deixa animado e feliz, só aparece com força depois que os primeiros resultados são atingidos.

Quanto mais resultados alcançar, mais motivado ficará.

Matéria Publicada na Folha de S. Paulo.

Autor Américo José

É sócio-diretor da Cherto Atco, formado em Propaganda e Marketing. Atua há mais de 20 anos como consultor de empresas, desenvolve e ministra programas de treinamento. Colaborador das revistas Abcfarma, Novo Meio e Meu Próprio Negócio.

Mais posts de Américo José

Deixe um comentário