A inadimplência das empresas recuou 12% em fevereiro, na comparação com janeiro último, conforme o Indicador Serasa Experian de Inadimplência das Empresas. O levantamento também verificou um recuo de 0,7% na relação entre fevereiro deste ano e igual mês do ano anterior. Já na comparação do acumulado entre os dois primeiros meses de 2013 e 2012, houve um avanço de 2,2% na inadimplência das pessoas jurídicas.

Para os economistas da Serasa Experian, a forte queda de 12% na inadimplência dos negócios na comparação mensal é decorrente da atual recuperação da economia, do recuo na inadimplência do consumidor e das encomendas crescentes tanto para reposição de estoques quanto para o Dia das Mães. Esse conjunto de fatores favorece a geração de receitas das empresas e melhora o seu fluxo de caixa.

Na comparação anual, o decréscimo de 0,7% se deve a momentos distintos, dado que no início do ano passado ela crescia em razão da baixa atividade econômica e da evolução na inadimplência do consumidor.

Na relação entre os primeiros bimestres de 2013 e 2012, a elevação de 2,2% é determinada pela inadimplência em janeiro, cujo aumento de 10,3% foi provocado pelo aumento do salário mínimo, que impactou nos custos das empresas.

Fonte: DCI

Author Marcelo Cherto

É presidente e fundador do Grupo Cherto (Cherto Consultoria, Franchise Store e Cherto Atco). Mestre em Direito pela New York University, é um dos fundadores da Associação Brasileira de Franchising (ABF), além de membro da Academia Brasileira de Marketing e do Global Advisory Board da Endeavor. Já escreveu 13 livros sobre Franchising e vendas.

More posts by Marcelo Cherto

Leave a Reply